-10%

A Consciência das Palavras

21,98 19,78

Categoria: Etiqueta:
isbn

9789896232375

authors

Elias Canetti

authors_json

[{"id":8718,"name":"Elias Canetti","permalink":"elias-canetti","image":"personas/May2019/Tg7HmXZEb7EURlWaryUr.jpg","description":"<p style="text-align: justify;"><strong>Elias Canetti</strong> (Ruse, 1905 — Zurique, 1994), romancista, filósofo e ensaísta, e uma das figuras mais influentes do pensamento crítico do século XX, foi galardoado com o prémio <strong>Nobel de Literatura</strong>, em 1981. Proveniente de uma família de judeus sefarditas (a língua materna de Canetti foi o ladino), a sua juventude foi passada entre a Áustria, a Suíça e a Alemanha. <em>Auto-de-Fé</em>, o seu primeiro e único romance, data de 1935, e é destinado a inserir o seu nome na história da literatura, ao lado de figuras como as de Musil e de Broch.</p>n<p style="text-align: justify;">Em 1960, publica o ensaio <em>Massa e Poder</em> (ed. Cavalo de Ferro, 2017), estudo fundamental e indispensável sobre a sociedade humana ao qual dedicou três décadas da sua vida; seguem-se, entre outras obras, o volume de ensaios <em>A Consciência das Palavras</em> (ed. Cavalo de Ferro, 2017) e a trilogia autobiográfica cuja publicação a Cavalo de Ferro iniciou com <em>A Língua Resgatada</em>, prosseguindo com <em>O Archote no Ouvido</em> e encerrando com <em>O Jogo de Olhares</em>.</p>","gender":"M"}]

edition_number

1

publish_date

setembro 2017

number_of_pages

320

cover_type
dimensions

150X225

garanteed_price
pdf_file_name
Promoção Atual

-10%

Descrição

«Pode, à primeira vista, parecer algo estranho encontrar juntas aqui figuras como Kafka e Confúcio, Büchner, Tolstói, Karl Kraus e Hitler, catástrofes das mais terríveis proporções, como Hiroxima, e considerações literárias sobre a redação de diários ou a criação de um romance. Mas, para mim, impunha-se precisamente pô-las lado a lado, pois só aparentemente se trata de coisas inconciliáveis. O público e o privado já não se podem separar um do outro, interpenetram-se de um modo antes inaudito.»

Com este volume de ensaios, até à data inteiramente inéditos em Portugal, Elias Canetti «agarra o século XX pelos colarinhos» e oferece ao leitor de hoje a compreensão do seu próprio tempo e mundo através do poder das palavras: ou não seria o escritor um «guardião das metamorfoses», capaz de trazer dentro de si as mais diferentes e contrastantes personagens, de lhes dar forma e ordem, «opondo ao caos do mundo a veemência da sua esperança».

Informação adicional

isbn

9789896232375

authors

Elias Canetti

authors_json

[{"id":8718,"name":"Elias Canetti","permalink":"elias-canetti","image":"personas/May2019/Tg7HmXZEb7EURlWaryUr.jpg","description":"<p style="text-align: justify;"><strong>Elias Canetti</strong> (Ruse, 1905 — Zurique, 1994), romancista, filósofo e ensaísta, e uma das figuras mais influentes do pensamento crítico do século XX, foi galardoado com o prémio <strong>Nobel de Literatura</strong>, em 1981. Proveniente de uma família de judeus sefarditas (a língua materna de Canetti foi o ladino), a sua juventude foi passada entre a Áustria, a Suíça e a Alemanha. <em>Auto-de-Fé</em>, o seu primeiro e único romance, data de 1935, e é destinado a inserir o seu nome na história da literatura, ao lado de figuras como as de Musil e de Broch.</p>n<p style="text-align: justify;">Em 1960, publica o ensaio <em>Massa e Poder</em> (ed. Cavalo de Ferro, 2017), estudo fundamental e indispensável sobre a sociedade humana ao qual dedicou três décadas da sua vida; seguem-se, entre outras obras, o volume de ensaios <em>A Consciência das Palavras</em> (ed. Cavalo de Ferro, 2017) e a trilogia autobiográfica cuja publicação a Cavalo de Ferro iniciou com <em>A Língua Resgatada</em>, prosseguindo com <em>O Archote no Ouvido</em> e encerrando com <em>O Jogo de Olhares</em>.</p>","gender":"M"}]

edition_number

1

publish_date

setembro 2017

number_of_pages

320

cover_type
dimensions

150X225

garanteed_price
pdf_file_name
Promoção Atual

-10%